Banda Cabaçal


     Uma banda cabaçal é um conjunto instrumental constituído de dois "pifes" (pífanos, flautas rústicas de madeira), zabumba, pratos e caixa de guerra.
     Banda Cabaçal de MilagresPossui outros nomes bem como Banda de Couro e Zabumba. Usam os instrumentos musicais chamados pífaros e tambores. Possivelmente o aparecimento da "Banda" tenha ocorrido no Brasil através da colonização ibérica, integrando as primeiras bandas marciais, criadas então no Brasil Colônia.
Por aqui, a banda se adaptou, atualmente aparecem outros instrumentos musicais: pratos e triângulos. Encontramos no sertão de Carirí.
     Seu repertório é um nunca acabar de exemplos. A banda toca em praças públicas, participa de festas religiosas, novenas, procissões, casamentos, enterro de anjinhos, acompanha folguedos populares e diverte o povo nos bailes.
     O pífaro, também chamado pífano ou pife, tem raízes históricas controversas. De origem indígena e alguns afirmam que tem origem à época dos primeiros cristãos, que tinham no pífaro uma maneira de saudar a Virgem Maria. De qualquer forma o pífaro foi absorvido e adaptado pelo homem nordestino para sua cultura e tornou-se um instrumento comum e utilizado para animar toda e qualquer festividade, inclusive, eventos sacros. O pífano se tornou uma das marcas da cultura nordestina brasileira. A simplicidade e sonoridade são as características marcantes desta flauta de bambu. Qualidades que atraíram o ouvido e a atenção de músicos.

     Em Milagres a banda Cabaçal era muito usada nas festas populares, festas juninas e na festa da padroeuira, também nas renovações do coração de Jesus pelos sítios e povoados. Milagres guarda a lembrança de alguns membros que faziam parte dessa banda, dentre, Sr. Pedro e outros mais que ficaram em nossa lembrança.

 

 

 

Português Inglês